fbpx
  • R. Mecenas Pinto Bueno, 1074 | Marília-SP
  • 14 98143-3752

  • Segunda a sexta: 08h - 18h
  • contato@kplan.com.br

  • Telefone

    14 98143-3752

  • E-Mail @

    contato@kplan.com.br

O empreendedorismo jovem no Brasil vem crescendo e, pensando nisso, escrevi este artigo para ajudar os jovens que querem colocar suas ideias de negócio em prática.

De acordo com a pesquisa GEM (Global Entrepreneurship Monitor) 2018, realizada no Brasil em parceria com o SEBRAE, o número de jovens de 18 a 24 anos entre os empreendedores iniciais subiu de 18,9% em 2017 para 22,2% em 2018.

Empreendedores iniciais são aqueles que possuem negócios próprios com até 3,5 anos de operação.

Estatísticas à parte, percebo que cada vez mais jovens deixam de enxergar o concurso público ou o emprego formal como as únicas alternativas em termos de realização profissional e financeira.

Isso é fantástico, porque não faz sentido achar que você não pode ter sucesso ao empreender simplesmente por ser “jovem demais”. Essa ideia não passa de uma crença limitante (ou uma desculpa para não entrar em ação).

Dicas para os jovens que querem empreender

Não basta ter uma boa ideia para empreender, é preciso também senso de oportunidade, resiliência diante dos desafios e estar aberto para adquirir novos conhecimentos e habilidades o tempo todo.

A seguir apresento algumas dicas que considero muito úteis para qualquer jovem que decide empreender:

Entenda seu mercado e seu público

Um fator determinante para o sucesso de um novo produto ou serviço é preencher lacunas do mercado ao atender às necessidades do consumidor. Porém, isso não significa que você precisa “inventar a roda” para ter um empreendimento de sucesso.

Em muitos casos, oferecer atendimento diferenciado ou encontrar soluções que permitam baratear os custos, para oferecer preços mais competitivos (sem abrir mão da qualidade) já possibilita sair na frente da concorrência e se posicionar no mercado.

Seja humilde e busque sempre aprender mais

Abrir e manter um negócio provavelmente vai exigir conhecimentos e habilidades que você não aprendeu no colégio nem na faculdade.

Então, esteja sempre aberto ao aprendizado e busque as informações necessárias, seja em livros, cursos, treinamentos ou trocando experiências com outros empreendedores do seu ramo de atuação.

Saiba administrar seu tempo

No início de um negócio, é bem comum que o empreendedor tenha que fazer tudo sozinho, por isso é fundamental ter uma gestão do tempo eficiente para garantir o crescimento da sua empresa.

Isso pode ser especialmente difícil para os mais jovens, que muitas vezes precisam conciliar a vida de empreendedor com várias outras atividades. Então, invista em ferramentas e técnicas que ajudem a aproveitar melhor um dos seus recursos mais valiosos.

Histórias de jovens empreendedores brasileiros de sucesso

Confira a seguir as histórias inspiradoras de três jovens empreendedores brasileiros que souberam aproveitar as oportunidades, enfrentaram os desafios ao longo do caminho e hoje são exemplos de sucesso.

Romero Rodrigues

Romero Rodrigues é um dos fundadores do comparador de preços Buscapé, que deu origem à companhia (Buscapé Company Informação e Tecnologia Ltda.) que atualmente reúne 15 empresas e tem faturamento anual acima de 300 milhões.

A ideia de criar o site surgiu em 1998, quando Romero e três colegas de faculdade perceberam que era impossível consultar preços e características de produtos pela internet, o que custava tempo e dinheiro ao consumidor.

Camila Coutinho

Camila Coutinho foi simplesmente a primeira blogueira de moda do Brasil, aos 19 anos, com seu blog “Garotas Estúpidas”, lançado em 2006 e eleito o quarto blog de moda mais influente do mundo em 2013.

A jovem empreendedora soube aproveitar a visibilidade que ganhou com o blog. Hoje é considerada uma das 500 pessoas mais influentes do mundo da moda, além de designer conceituada, que já realizou projetos para marcas como Calvin Klein e Adidas.

Marcio Kumruian

Marcio Kumruian é um dos cofundadores da Netshoes, empresa criada em 2008 e que hoje está entre as líderes mundiais do comércio eletrônico de artigos esportivos, com faturamento anual estimado em mais de dois bilhões de dólares.

Aos 23 anos, quando ajudou a fundar a Netshoes, Marcio não só já empreendia como conhecia de perto os desafios de ter uma empresa: ele era sócio de uma loja física de calçados que acabou encerrando suas atividades por problemas financeiros.

Conclusão

Que o empreendedorismo jovem é uma tendência, não há dúvida, pois cada vez mais jovens decidem deixar de lado as crenças limitantes para entrarem de cabeça em seus projetos próprios.

Desculpem, mas vou ter que usar um clichezão aqui: nunca é cedo demais para empreender! Pode ser clichê, mas também é uma verdade, posso garantir a vocês com base em minha experiência com o público empreendedor jovem.

Então, se você é um jovem empreendedor, saiba identificar oportunidades, conheça seu mercado e seu público, aprenda a lidar com os desafios, estude sempre e siga em frente, que alguma hora o sucesso vai chegar.

E você, acha que ser jovem é uma vantagem ou desvantagem para quem decide empreender? Deixe um comentário!

 

Gostou? Compartilhe!


X